Sobre MDM, Data Warehouse e Inovação

O Gartner recentemente desenvolveu uma série de estudos que confirmam a nossa percepção de mercado. O primeiro estudo é dedicado ao Master Data Management (MDM) e declara que “MDM é importante em uma economia sólida, e mais importante para o crescimento”. John Radcliffe, Vice Presidente de Pesquisa do Gartner comentou no EFY Times que “Hoje a maioria das organizações manuseiam conjuntos múltiplos de negócios e aplicações de dados através de sistemas corporativos, regionais e locais. Ao mesmo tempo os clientes demandam mais rapidamente resultados cada vez mais complexos das organizações, levando para uma inconsistência que dificulta as capacidades destas organizações em mensurar e mover-se dentro do mercado. Através do MDM, CIOs podem criar uma visão unificada dos dados existentes, levando a uma maior agilidade da empresa, integração simplificada e por fim, maior rentabilidade”.

De acordo com o Gartner, em 2010, o mercado de MDM foi avaliado em $1,5 bilhões de dólares, indicando um crescimento de 14% em relação a 2009. Os analistas prevêm que esse crescimento continuará aumentando (18% CAGR), alcançando $2,9 bilhões em 2014, “mesmo através da pior recessão global”. A companhia adiciona que “por volta de 2015, 10% das implementações de MDM serão entregues como serviço (SaaS – Software as a Service) na nubem pública” e recomendam isso especialmente para as empresas que não possuem estas habilidades. O Gartner confirma o que nós temos sempre mantido: MDM é essencial para qualquer projeto de Gerenciamento de Dados.

O segundo estudo identifica “Nove tendências chave de Data Warehousing para os CIOs em 2011 e 2012“. De acordo com o Gartner, “O Data Warehouse continuará sendo um componente chave na infra-estrutura de TI (…) e como a demanda por business intelligence (BI) e a grande categoria de business analytics tendem a crescer, otimização, designs fexíveis e estratégias alternativas irão se tornar mais importantes.” Se o data warehouse é ainda um componente estratégico da infra estrutura de TI, então ele é a carga do maior repositório de dados da empresa! E carregar o data warehouse significa otimização de dados e integração entre aplicações. Aqui, eu vejo boas perspectivas para o Talend: com a aquisição do Sopera, nós somos agora capazes de trabalhar com sinergias de dados e integração de aplicações que irão auxiliar empresas a otimizar a circulação de dados em seus sistemas de informação e, consequentemente, prosperar.

Irei finalizar este artigo mencionando outro bom artigo relacionado, “5 caminhos para uma nova integração de dados” (em inglês), publicado por Seth Grimes na Information Week. Este artigo começa com uma declaração que muitos analistas já sabem: “Integração de Dados fará história em 2011”. O autor explica que além das tecnologias de ETL e ELT, o mercado irá oferecer inovações que irão auxiliar a atender melhor as necessidades dos clientes, enquanto aumentará as facilidades para o usuário: mashups, integrações semânticas e perfis de dados.

Este artigo é uma tradução deste post no blog oficial da Talend, escrito pelo Yves Bertrand em 22/02/2011.

Anúncios

3 comentários sobre “Sobre MDM, Data Warehouse e Inovação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s