Talend SOA – ESB

Autores: Washington Nascimento e Yasmim Vasconcelos

Introdução

Hoje iremos dar uma visão geral de um conjunto de ferramentas ofecidos pela Talend, com o foco em Arquitetura Orientada a Serviços (Service Oriented Arquitecture – SOA).

A Talend divide seus produtos de Integração de Aplicações da seguinte maneira:

  • Framework SOA
  1. Talend ASF
  • ESB
  1. Talend ESB
  2. Talend Integration Factory
  3. Talend Service Factory

Conceitos

SOA: Não se trata de tecnologia e sim de metodologia, é uma arquitetura. Por meio do conceito de SOA podemos encontrar maneiras de fazer sistemas conversarem entre si, independente da plataforma adotada no seu desenvolvimento (multiplataforma). Também é possível acessar apenas uma parte dos serviços/recursos disponíveis por ele, não havendo a necessidade de utilizá-lo por completo (reutilização).

Serviços: Pode ser uma funcionalidade, um processo, um método, um módulo de um sistema ou mesmo ele por completo, que foi disponibilizado e pode ser acessado por outros sistemas, ou seja, quaquer maneira que você expor um negócio do seu sistema de forma que ele esteja disponível para outros sistemas você estará utilizando um serviço. Exemplo: Transações bancárias, onde as operações efetuadas com o banco de dados podem ser feitas por um serviço disponibilizado por um sistema e as cobranças de boletos bancários por outro sistema totalmente diferente.

Web Service (WS): É uma forma de se utilizar SOA, mas não necessariamente se você tiver Web Services você tem um sistema com SOA, e nem se você utilizar SOA você terá que utilizar web services. Web Service é uma das soluções utilizadas na integração de sistemas, pois permite enviar e receber dados em um formato global, o XML. Desta maneira uma aplicação desenvolvida em Java pode se comunicar com outra desenvolvida em .NET perfeitamente pois será traduzida para XML.

Enterprise Service Bus (ESB):  Refere-se à arquitetura de construção de software tipicamente implementado em tecnologias encontradas na categoria de produtos de infra-estrutura de middleware. É normalmente baseado no reconhecimento de padrões, que fornecem uma base de serviços para arquiteturas mais complexas via um driver de evento e padrões baseados em mensagens (BUS). ESB não implementa uma arquitetura orientada a serviço (SOA), mas fornece as características para que possa ser implementado. ESB não necessariamente precisa ser implementado usando web services.

Visão Geral das Ferramentas da Talend (SOA – ESB)

Talend Service Factory: Permite a criação e implantação de Web services nos servidores de aplicação mais comuns do mercado como Apache Tomcat, JBoss, Websphere, dentre outros. A ferramenta é baseada no Apache CXF e Apache Karaf, dois projetos open source líderes em Web Services e OSGI.

Talend Integration Factory: É um framework Java que tem como objetivo simplificar a integração de aplicações, serviços e protocolos de transporte usando o conceito de Enterprise Integration Patterns (EIPs). Ele vem pré-configurado para rodar em qualquer contêiner java.

Talend ESB: Um dos produtos mais completos, contendo basicamente tudo o que os produtos possuem, porém, com mais algumas funcionalidades, tem como principal objetivo atuar como um barramento de serviços.

Talend ASF: A suíte completa entre os produtos de integração, tendo praticamente todas as funcionalidades contidas nas demais ferramentas, porém todo o desenvolvimento é realizado visualmente incluindo a criação e implantação de Web Services e acesso ao banco de dados e possui também a parte de Business Process Management BPM.

Comparativo entre as Ferramentas

Características

Talend Service Factory Community Edition

Talend Integration Factory Community Edition

Talend ESB Community Edition

Community Edition Talend ASF Enterprise Edition

Ferramentas de Desenvolvimento
Linha de Comando e Ferramentas de Script

Sim

Sim

Sim

Sim

Editor de Políticas e Serviços

Não

Não

Não

Sim

Ambiente de Teste

Não

Não

Não

Sim

Funcionalidade de Integração
Habilitação de Serviços

Sim

Sim

Sim

Sim

Mediação

Não

Sim

Sim

Sim

Mensageria

Sim

Sim

Sim

Sim

Serviços de Segurança e Identidade

Não

Não

Sim

Sim

Localizador de Serviço

Não

Não

Sim

Sim

Registro

Não

Não

Não

Sim

Integração de Dados

Não

Sim

Não

Sim

Business Process Management

Não

Não

Não

Sim

 
Monitoramento JMX

Sim

Sim

Sim

Sim

Monitoramento de Sistema

Não

Não

Não

Sim

Ferramenta de Administração SOA

Não

Não

Sim

Sim

Configuração de Serviços

Não

Não

Sim

Sim

Ambiente de Implantação
Flexibilidade do Contâiner de Implantação

Sim

Sim

Não

Não

Suporte .NET

Não

Não

Não

Sim

Licença e Distribuição
Código Aberto Disponível

Sim

Sim

Sim

Sim

Licença

Apache

Apache

Apache

Subscrição

Nos próximos posts mostraremos exemplos práticos do uso dessas ferramentas. Até lá 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s